Folha: juros em alta e sangria na poupança preocupam mercado imobiliário

No início da pandemia, há cerca de dois anos, o mercado imobiliário vivia um momento único, em razão de recordes no estoque da poupança e de juros baixos, com mais famílias elegíveis para tomar crédito. Em matéria no último domingo, 3, a Folha de S.Paulo destaca que, com a poupança das famílias registrando baixas e os juros subindo, a janela de crescimento do setor da construção fica mais estreita em 2022.


Além disso, ressalta que o setor enfrenta o aumento de custos de produção, a inflação elevada e a escalada dos juros, que preocupa não só pelo impacto na renda das famílias e do crédito, mas pela redução da demanda econômica que ela irá provocar no segundo semestre.


Menciona ainda que alguns analistas têm dado como certo um período de queda do PIB de dois trimestres, entre o último trimestre deste ano e o primeiro do ano que vem. Nesse contexto, se aliam a alta de juros nos Estados Unidos, a inflação global e a menor perspectiva de crescimento da economia mundial.


Na avaliação do presidente da Câmara Brasileira de Indústria de Construção (CBIC), José Carlos Martins, o cenário, sem dúvida, interfere no humor, o que se reflete nos lançamentos, com as empresas ficando temerosas. “Quando converso por aí, recomendo que levem o barco devagar”, diz.


Em entrevista ao jornal, Martins ponderou, no entanto, que há alguns sinais positivos para este semestre. Na baixa renda, modificações nas faixas do programa Casa Verde e Amarela (que substituiu o Minha Casa, Minha Vida) podem atrair compradores.


“Na caderneta de poupança, o efeito dos juros já ficou lá atrás, o estrago já aconteceu. O que nos preocupa mesmo é o efeito dos juros na economia, com queda de renda das famílias e desaquecimento nos próximos meses. O fator limitante hoje se chama renda ante preço do imóvel, vai piorar ou ficar igual? Não sabemos.”


Fonte: https://cbic.org.br/juros-em-alta-e-sangria-na-poupanca-preocupam-mercado-imobiliario/?utm_campaign=cbic_hoje_04072022&utm_medium=email&utm_source=RD+Station